Maria Zoé

O nome Maria Zoé é um nome feminino de origem bíblica. Ele é composto por dois nomes comuns: Maria (Bíblico de gênero feminino) e Zoé (Grego de gênero masculino). A origem do nome Maria Zoé é hebraica. Este nome significa senhora soberana1, pura e vidente.

Uma curiosidade interessante sobre o nome Maria Zoé é que, mesmo sendo feminino, é bastante comum encontrá-lo na composição de alguns nomes masculinos, como António Maria e José Maria.

Apelidos para Maria Zoé

  1. Mazó
  2. MariZo
  3. Zoéria
  4. Mazinha
  5. Zoézinha
  6. MaryZ

Personalidade

Uma pessoa de espírito livre, que irradia alegria e positividade por onde passa, sempre pronta para ajudar quem precisa.

Ela almeja conquistar o mundo com determinação e coragem, buscando sempre novos desafios e oportunidades para crescer.

Com habilidades únicas, Maria Zoé destaca-se pela determinação, criatividade e empatia.

Pontos positivos: Amável, graciosa, inteligente, bondosa, carinhosa, atenciosa.

Pontos negativos: Orgulhosateimosaimpulsivainseguraciumentap, preguiçosadesatentaperfeccionista.

Nome Maria Zoé na bíblia

O nome Maria Zoé possui um significado especial e profundo. A palavra "Maria" tem origem hebraica e significa "senhora soberana" ou "a escolhida por Deus". Já o nome "Zoé" tem raízes gregas e representa "vida" ou "vivente". Assim, juntos, esses nomes formam uma combinação poderosa que pode ser interpretada como "escolhida por Deus para uma vida plena e abundante".

Na Bíblia, diversos nomes possuem significados simbólicos e representam a missão ou características especiais da pessoa. Nesse sentido, Maria Zoé poderia ser vista como alguém que foi designada por Deus para viver de acordo com Seus propósitos, desfrutando de uma vida cheia de significado, propósito e bênçãos.

5 Curiosidades

  1. Origem: Bíblico
  2. Tipo: Composto
  3. Gênero: Feminino
  4. Escrever, lembrar e pronunciar: Difícil
  5. Separação das sílabas: Ma-ri-a-Zo-é

Salve ou compartilhe o nome Maria Zoé

Glossário de Maria Zoé

1 soberana
(pt, comum)
Soberana é uma mulher que exerce o mais alto cargo de liderança em um Estado, possuindo autoridade suprema.