Significado do Nome Almada

(Ex.: Maria, João ou José Silva)

Almada

Gostou do nome Almada? Vote aqui:

Almada é um nome Feminino.

A origem do nome Almada é Grego.

Aquela que tem riqueza interior.

Numerologia do nome Almada

Número da ambição é 3: Ter muitos amigos, contatos variados, ter vida social intensa e de um trabalho que lhe permita liberar a sua fantasia.

Número da personalidade é 2: Ter muitos amigos, contatos variados, ter vida social intensa e de um trabalho que lhe permita liberar a sua fantasia.

Número da expressão é 5: Utilizando o raciocínio e a comunicação. Mais florescem quanto mais difíceis forem os objetivos.

Resumo do nome Almada

Um aventureiro nato, a pessoa de personalidade 5 adora liberdade e os espaços abertos, para que possa gastar toda a energia que tem. Muito agitado em todos os campos da vida, geralmente são irrequietos, super-ativos e curiosos. Também possui forte atração sexual o que condiz com sua sexualidade agressiva e cheia de energia.

Pontos positivos

Liberdade, Curiosidade, Flexibilidade, Versatilidade, Inteligência

Pontos negativos

Ansiedade, Indisciplina, Instabilidade, Impulsividade, Infidelidade

Outras informações do nome Almada

Almada é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Setúbal, região de Lisboa e sub-região da Península de Setúbal, sendo a sexta cidade mais populosa de Portugal, com cerca de 89 500 habitantes.

Almada é sede de um pequeno mas densamente povoado município com 70,2 km² de área e 174 030 habitantes (2011), subdividido em 11 freguesias. Algumas das freguesias que fazem parte da cidade de Almada são o Feijó, Cacilhas, Cova da Piedade, Almada, Laranjeiro e Pragal, que constituem uma área urbana de 13,74 km². O município é limitado a leste pelo município do Seixal e a sul por Sesimbra, e possui uma longa costa a oeste para o Oceano Atlântico, e a norte e nordeste abre-se para o Estuário do Tejo, frente aos municípios de Lisboa e Oeiras. O rio Tejo, o maior da Península Ibérica desagua entre Almada e Oeiras.

O concelho recebeu foral de Dom Sancho I em 1190. Almada foi elevada à categoria de cidade em 1973. Outra localidade do município de Almada com estatuto de cidade é a Costa da Caparica, esta elevada a cidade em 2004.

História

A designação de Almada é proveniente da palavra árabe (transliteração:al-ma'adan), «a mina», pelo motivo de que, aquando do domínio árabe da Península Ibérica, os árabes procediam à exploração do jazigo de ouro da Adiça, no termo do Concelho. A zona de Almada foi igualmente escolhida pelos árabes para a construção de uma fortaleza no promontório natural, sendo esta destinada à defesa e vigilância da entrada no rio Tejo, em frente de Lisboa, desenvolvendo-se a povoação nos domínios da defesa militar, da agricultura e da pesca.

Almada, uma das principais praças militares árabes a sul do Tejo, foi conquistada pelas forças cristãs de D. Afonso Henriques em 1147, ficando posteriormente na posse dos Cavaleiros de Santiago, por carta assinada por D. Sancho I, em 26 de Outubro de 1186.

Fantasiosamente o Padre António Carvalho da Costa (1706-1712), no vol. 2º página 59 da sua "Corografia Portuguesa", quando aborda Pombalinho, refere-se que: os "Almadas têm a sua origem num cavaleiro inglês, mestre de campo de Guilherme Longa Espada, que veio de socorro a Lisboa, quando El-Rei D. Afonso Henriques a ganhou aos mouros e este rei lhe fez mercê da Vila de Almada, que uns dizem que dele tomou o nome, por se chamar "ALMADÃO", outros que a dita vila deu o apelido".

O mesmo autor e na mesma obra, página 309 do vol. 3º, quando se refere à "Vila de Almada" diz que esta: "foi doada por D. Afonso Henriques em 1147. Chamaram-lhe primeiro VIMADEL, que significa "povoação de todos". Depois se chamou Almada, por ser conquistada aos mouros por um cavaleiro deste apelido".

No entanto, mesmo muito depois essa versão ainda se manteve nos meios estatais e académicos por muito tempo, pois um documento de confirmação do título nobiliárquico de Conde de Almada a D. Lourenço José Boaventura de Almada, supostamente representante desse tal cruzado, quando é nomeado por despacho de Sua Majestade D. Maria I, em 29 de Abril de 1793, diz: " que deverá usar do Título da Vila de Almada, de que tem o apelido, em honra da memória do Primeiro dos seus Avós, que adoptou como Conquistador e Povoador, pelo Senhor Rei D. Afonso I de Portugal".

Em 1190, D. Sancho I outorgou o primeiro foral aos moradores de Almada. No entanto, em 1191 ocorre uma nova invasão árabe sob o comando de Yusuf al-Mansur, com origem em Sevilha. Esta invasão adquire lentamente uma expressão significativa, alcançando e tomando Alcácer do Sal, marchando sobre Palmela e Almada, sendo esta abandonada pelos cavaleiros da Ordem Militar. A povoação ficou grandemente destruída pela acção das forças árabes.

Mais tarde, El-Rei D. Diniz a encorporou na Coroa, dando aos ditos Cavaleiros, em troca, as Vilas de Almodova e Ourique, com os castelos de Marachique e Algezur".

O povoamento de Almada é realizado de forma lenta mas contínua, reconstituindo-se parcialmente o modo de vida praticado anteriormente. No início do século XIII, a sociedade vive um período de organização e estabilização segundo os direitos e deveres consignados no código foraleiro, complementados pelos antigos usos e costumes do direito consuetudinário.

Local de falecimento de Fernão Mendes Pinto, escritor português, autor de Peregrinação, em 1583.

Política

Geminações

Porto Amboim - Angola (1997)

Sal - Cabo Verde (1999)

Regla - Cuba (1999)

Ostrava - República Checa

Demografia

Evolução Demográfica

Subdivisões

Freguesias

As onze freguesias do concelho de Almada são as seguintes:

Almada

Cacilhas

Caparica

Charneca de Caparica

Costa da Caparica

Cova da Piedade

Feijó

Laranjeiro

Pragal

Sobreda

Trafaria

As freguesias de Almada, Cacilhas, Cova da Piedade, Feijó, Laranjeiro e Pragal são freguesias urbanas e formam conjuntamente a cidade de Almada. As freguesias da Sobreda, Trafaria e Caparica são vilas e a freguesia da Costa da Caparica é cidade.

Saúde

Hospitais

Hospital Garcia de Horta

Hospital particular de Almada

Centos de saúde - (Estado)

Unidade de saúde Rainha D. Leonor

Unidade de saúde familiar da Cova da Piedade

Unidade de saúde Monte da Caparica

Unidade de saúde familiar da Sobreda

Unidade de saúde familiar São João Pragal

Unidade de saúde da Costa da Caparica

Unidade de saúde da Trafaria

Unidade de saúde de Santo António

Unidade de saúde do Laranjeiro

Unidade de saúde Xavier de Noronha

Saúde privada

No sector privado, existe uma ampla oferta de empresas, que prestam cuidados de saúde.

Farmácias

O concelho de almada tem 42 (quarenta e duas) farmácias repartidas pelas dez freguesias. Estas farmácias efectuam serviços permanentes.

Cultura

Música

Almada tem sido berço de grandes grupos musicais e cantores a nível nacional. Alguns exemplos são as bandas UHF, Da Weasel, a cantora Sara Tavares e mais recentemente, os O'queStrada e parte dos Melech Mechaya.

Almada é o lugar de nascimento de:

Anabela - Cantora

Carlos Sousa - Piloto de rali

Elvira Fortunato - Cientista

Lourenço Pires de Távora - Diplomata

Luís Figo - Antigo Futebolista

Romeu Correia - Escritor e antigo desportista

Sara Tavares - Cantora

Telma Monteiro - Judoca

Galeria de fotos

Solar dos Zagallos

Casa do Palácio da Cerca

Jardim do Palácio da Cerca

Almada Fórum

Castelo de Almada

Geminações

O concelho de Almada é geminado com as seguintes cidades:

Porto Amboim, Cuanza Sul, Angola

Sal, Ilha do Sal, Cabo Verde

Regla, La Habana, Cuba

Lisboa | Sintra | Vila Nova de Gaia | Porto | Cascais | Loures | Braga | Matosinhos | Amadora | Almada | Oeiras | Gondomar | Seixal | Guimarães | Odivelas | Coimbra Santa Maria da Feira | Vila Franca de Xira | Maia | Vila Nova de Famalicão | Leiria | Setúbal | Barcelos | Funchal

Compartilhe o nome Almada

Sugestão de nomes

AlmáquioAlmaAlmara

© Todos os direitos reservados - Significado do Nome