Significado do Nome Horácio

(Ex.: Maria, João ou José Silva)

Horácio

Gostou do nome Horácio? Vote:

Horácio é um nome Masculino.

A origem do nome Horácio é Latim.

Definição do nome Horácio

Significa protegido pelas deusas horas. seu jeito metódico e discreto esconde uma personalidade inteligente e versátil. para viver bem, só precisa aprender a liberar mais completamente suas emoções.

Numerologia do nome Horácio

Número da ambição é 4: Dar grande importância aos detalhes, gostar de mudanças. Somente quando te avisam com antecedência.

Número da personalidade é 2: Dar grande importância aos detalhes, gostar de mudanças. Somente quando te avisam com antecedência.

Número da expressão é 6: Sempre buscando a perfeição em tudo que lhe diz respeito. Tem instinto do belo, da cor e da arte. Essencialmente prático, podendo arcar com qualquer responsabilidade no lar ou em esfera mais ampla (numa organização ou comunidade). Possui diplomacia e equilíbrio.

Resumo do nome Horácio

Carinhosa, compreensiva, meiga, responsável. A pessoa de personalidade 6 é passional e humanista. Com uma grande necessidade de ajudar os outros, ela pode até se sacrificar pelos que ama. Sexualmente aparentemente é passiva mas procura agradar sempre o parceiro. Pode se tornar dominadora e possessiva se sentir-se insegura em relação aos seus sentimentos.

Pontos positivos

Amor, Beleza, Equilíbrio, Família, Saúde, Justiça

Pontos negativos

Utopia, Mártir, Ciúmes, Ressentimento, Dificuldade em aceitar a realidade

Outras informações do nome Horácio

Quinto Horácio Flaco, em latim Quintus Horatius Flaccus, (Venúsia, 8 de dezembro de 65 a.C. — Roma, 27 de novembro de 8 a.C.) foi um poeta lírico e satírico romano, além de filósofo. É conhecido por ser um dos maiores poetas da Roma Antiga.

Vida

Filho de um escravo liberto, que possuía a função de receber o dinheiro público nos leilões, recebeu uma boa educação para alguém com suas origens sociais, graças aos recursos que seu pai conseguiu. Seus estudos literários de Roma foram completados em Atenas, onde estudou filosofia. Se envolveu em lutas políticas e tomou com entusiasmo o assassinato de Júlio César. E depois de Brutus ter formado um exército para batalhar em Filipos (42 a.C.), recebeu deste uma legião para comandar. Apesar da derrota obtida na batalha, pôde retornar à Roma graças a uma anistia do segundo triunvirato que permitia os adversários regressarem.

Mas apesar de ter conseguido a anistia, Horácio perdeu o que lhe restava dos bens paternos, tendo que trabalhar em Roma como escriba (ou escrivão), o que lhe permitiu poder divulgar seus primeiros versos, resultando em uma amizade com outro poeta romano, Virgílio. Virgílio apresentou Horácio ao confiante ministro do imperador Augusto, Caio Mecenas. Este, por apreciar as qualidades e o talento de Horácio, se tornou amigo do poeta e o incluiu nos círculos literários. Graças à amizade entre Horácio e Mecenas, o poeta pôde conseguir sua ascensão, visitando frequentemente o palácio imperial, se tornando também amigo do imperador. Horácio se tornou o primeiro literato profissional de Roma.

Mecenas ainda concedeu a Horácio uma casa de campo, próxima a Tibur, hoje Tivoli. Daí em diante Horácio dedicou-se totalmente à poesia, chegando a recusar o pedido de Augusto para ser seu secretário particular. Dessa forma passou o resto de sua vida, se dedicando às suas obras e gozando de visitas de amigos e intelectuais que iam até sua casa. Morreu em 27 de Novembro do ano de 8 a.C., pouco tempo após a morte de seu amigo Mecenas. Horácio ficou conhecido como o deus da Poesia.

Filosofia Epicurista

Alguns de seus poemas são apontados como exemplos do impacto da filosofia epicurista na Roma Antiga Não sendo um filósofo ele mesmo no sentido estreito do termo, ele se mostrou um filósofo ao não evitar o tema em seus poemas alguns temas epicuristas destacam-se em sua obra, como a importância em se aproveitar o presente (carpe diem) pelo reconhecimento da brevidade da vida e a busca pela tranquilidade (fugere urbem) .

Bibliografia

Sua obra pode ser dividida em quatro gêneros:

Sátiras ou sermones — Retrata ironia de seu tempo dividida em dois livros escritos em hexâmetros. Baseado em assuntos literários ou morais, discute questões éticas.

Odes ou Carminas — Divididos em quatro livros de longos poemas líricos sobre assuntos diversos, geralmente sobre mitologia. Também em hexâmetros.

Epístolas ou cartas — Dois livros feitos de coleções de cartas sobre vários assuntos. Dentre elas destaca-se a maior, a Epístola aos Pisões, conhecida como Arte Poética.

Epodos ou iambos — Um livro somente, com 17 pequenos poemas líricos escritos na mocidade sobre assuntos de Roma e imitava, tanto na métrica quanto no estilo satírico, o poeta Arquíloco.

(35 a.C.) Sermonum liber primus ou Sátira I

(30 a.C.) Epodes

(30 a.C.) Sermonum liber secundus ou Sátira II

(23 a.C.) Carminum liber primus ou Odes I

(23 a.C.) Carminum liber secundus ou Odes II

(23 a.C.) Carminum liber tertius ou Odes III

(20 a.C.) Epistularum liber primus

(18 a.C.) Ars Poetica, ou A Espístola aos Pisões

(17 a.C.) Carmen Saeculare ou Canto secular

(14 a.C.) Epistularum liber secundus

(13 a.C.) Carminum liber quartus ou Odes IV

Compartilhe o nome Horácio

© Todos os direitos reservados - Significado do Nome